MembrosInícioNovatoRegistrar-seConectar-se
CONHEÇA A FAMÍLIA VONGOLDEN

Compartilhe | .
 

 Astronomy Party

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Crystal Dragunov Mikoyan

Aluno Beauxbatons
avatarAluno Beauxbatons


Mensagens : 14

Ficha Escolar
Ano Escolar: 1º Ano
Casa:
Nível: ★☆☆☆☆

MensagemAssunto: Re: Astronomy Party   Dom 30 Abr 2017 - 0:32


Festinha
Claro que Mel era sempre de soltar elogios, mas o brilho no olhar da garota ao ver Crystal bem arrumada, vem com que a francesa se apaixonasse ainda mais por sua namorada. Não entendeu o porquê do sorriso ter desaparecido só lábios da morena  sua frente e até ia pergunta, mas foi levada para um canto mais afastado da festa. Crys largou a mão da garota e em seguida cruzou os braços na altura dos peitos, ela não estava gostando nenhum pouco de como ela tinha começado. - Vai direto ao ponto, sabe que odeio enrolação. - falou rapidamente e arqueou a sobrancelha esquerda.  - Que? - falou em um tom baixo, mas dava para ver que estava raivosa ao escutar que uma vaca havia tocado nos lábios da namorada. - Quem foi? Onde ela está, trabalho com nomes! - disse entre os dentes e olhou quem a olhava em direção as duas já que a morena tinha gritado para tentar fazer com que se acalmasse. Ela podia bater boca, gritar, berrar, ir até a menina e arrumar aquela briga toda, mas ela não faria isso.  Dragunov descruzou os braços e passou a mão direita pelos fios negros para tentar se acalmar, mas era claro que ela estava preste a explodir e com certeza uma veia estava bem à vista no meio da testa, sempre ficava quando a garota estava com muita raiva e ciúmes. - Culpar a bebida é a melhor resposta, Mélanie? - perguntou em voz baixa enquanto fuzilava a namorada. Claro que ela não tinha culpa e até tinha dado o fora na assanhada que havia lhe beijado, porém a menina estava quase soltando fogo pelo nariz. - As coisas não vão ficar assim, se eu descobrir, sonhar quem foi, se eu ver que tem alguma menina te olhando de mais e achar que foi ela.. - respirou fundo e desviou o olhar para o teto enquanto contava até dez.

Grindahl tinha lhe contado o ocorrido ali mesmo na festa, tinha dado o fora na menina que provavelmente podia estar bêbada e foi depois de contar que Crys colocou a sua cabeça no lugar e voltou a olhar a namorada. - Sim, eu tenho o direito de ficar zangada, mas não com você, eu te conheço e sei que nunca faria algo do tipo, ok? - deu um passo para frente e ergueu a mão direita para acariciar a bochecha de Mel. - Ela pode ter te beijado, mas não foi retribuída e nunca vai saber como é te beijar de verdade.  - deu um sorriso para a menina. Ela podia sim armar o barraco, mas para quê estragar uma festa por causa de uma menina que estava alcoolizada? - Isso, viemos para nos divertir e vamos. - Olhou de canto de olho e viu uma loira olhando em direção as duas, ela não sabia se era a menina que tinha beijado a garota que amava, mas pouco se importava. Aproximou seu rosto lentamente da guria a sua frente e selou os lábios nos lábios dela, começando um beijo calmo, onde explorou cada canto da boca da mesma e afastou depois de alguns minutos, sem nem se importar com quem tinha visto. Apanhou a mão da morena e entrelaçou os dedos nos dedos dela. - Aceita dançar comigo? - perguntou com a voz calma, coisa que ela não estava ainda totalmente por dentro e que se acontecesse de novo de alguém beijar quem não é da conta às coisas iriam ficar ruins.

® Credits to Lux
Voltar ao Topo Ir em baixo
Charlotte Le Vasseur

Monitores Ravenclaw
avatarMonitores Ravenclaw


Zodíaco Bruxo : Acromântula
Coração : Heterossexual
Relacionamento : Solteiro (a)
Idade : 18
Mensagens : 88

Ficha Escolar
Ano Escolar: 7º Ano
Casa: Ravenclaw
Nível: ★★★☆☆

MensagemAssunto: Re: Astronomy Party   Seg 1 Maio 2017 - 13:07


Let's rock!



Charlotte Emanuelle Le Vasseur tinha muitas personalidades. Ela atribuía isso – obviamente – ao fato de que era uma Meio-Veela. Suas inúmeras variações de humor só podiam ser ligadas a esta personalidade.
Mas, parada ali no centro da festa da Torre de Astronomia – que obviamente havia sido sua ideia – ela queria muito machucar alguém. Veja só, Charlotte Le Vasseur não fazia o tipo de que sujaria suas próprias – e belas – mãos para atingir seu objetivo, mas ela quis esmagar a cara de alguém contra o chão de pedra naquele exato instante em que tentava manter a pose de boa moça.
Talvez fosse apenas à premissa de uma TPM vindo adiantada – ela não sabia – mas que algo a estava incomodando isso era verdade. Talvez a culpa fosse de Kolman – o aluno de Castelobruxo com quem havia trocado cartas ao longo dos meses.
Ela havia visto quando ele chegou – indo direto falar com a irmã – enquanto ela estava ali, parada sendo o centro das atenções – havia, de fato, muita gente falando com ela e elogiando sua beleza – quando não queria estar ali.
Viu Lorelay chegando com Link, num minúsculo biquíni colorido e sorriu para os olhos muito azuis da prima. Lorelay era absurdamente linda disso ela sabia, afinal, mesmo não sendo uma meio-veela, ela era uma Le Vasseur e de jeito nenhum haveria algum Le Vasseur feio em sua família.
Fora que Lorelay era uma metamorfomaga, ser feia, definitivamente não estava em seu genótipo, mesmo que sua tia insistisse em degradar a imagem de sua filha. Charlotte odiava essa tia em especial – o que explicava todas as peças que havia pregado na mulher.
-Perdón... – piscou duas vezes para seu acompanhante, tocando-o suavemente no braço enquanto se afastava. Aquele tipo de conversa fútil nunca havia agradado a ela foi ai que viu Tris Chase abordando Annastasia Loopziak e parou alguns segundos para admirar o rosto da Loopziak – que se contorcia a cada frase dita pela mais baixa.
Sorriu, ao menos não era a única que desprezava a Queijo com todas as suas forças – ah, ela sabia que o sentimento era reciproco quando Tris Chase declinou suas ideias de festa, rechaçando-as como se fosse uma doença.
Bleeeh, o que Tris Chase sabia sobre diversão quando a única coisa que ela havia beijado era seu próprio travesseiro? Isso mesmo, nada! E Charlotte não sabia o porquê Cath gostava dela – ela talvez nunca fosse descobrir.
Deslizou a mão pelo colar-penseira, e ajeitou seu anel oclumente no dedo, era ótimo ter um anel como aquele quando precisava, nenhum maldito legilimente poderia ler sua mente com aquilo – e por isso ela agradecia a seu primo pelo presente inesperado.
-Senhorita Le Vasseur? – a voz suave de soprano de Kolman Flannagáin atingiu seus ouvidos perspicazes enquanto ela se voltava suavemente para o ruivo – acompanhado, infelizmente, de Keela.
Ela sorriu – aquele tipo de sorriso brilhante que só Charlotte Le Vasseur, a meio-veela, sabia dar a alguém e inclinou-se para beijá-lo na bochecha, apesar a dificuldade de ter um elmo entre eles para que pudesse, verdadeiramente, ter um contato entre seus lábios e a pele macia do rosto dele.
-Olá Kolman, mas que surpresa agradável é vê-lo aqui e, por favor, me chame de Charlotte! – pediu, ainda sorrindo para ele, mas baixou os lábios ao voltar-se para Keela e inclinar a cabeça numa vênia. -Senhorita Flannagáin, como vai você?
Virou a cabeça suavemente ao ver Drew – o Slytherin – parado próximo a mesa de comidas e para ele se encaminhou, antes porém, virou-se para Kolman e sorriu.
-Eu já volto, vou apenas pegar algumas bebidas para nós, por favor, me aguarde aqui. – pediu, antes de se voltar e sair. Claro, ela sabia que não deveria encantar seu interesse amoroso deste jeito, mas agora ela tinha uma missão.
-Ola Calithea! – sorriu para a loira Loopziak quando chegou próxima a mesa, beijou a ravina na bochecha e afastou-se para ver Drew ali. -Senhor Vourhees, se importa de me acompanhar até a mesa de bebidas? Preciso de alguma ajuda para carrega-las e você tem bons braços para esta tarefa. – cruzou o próprio braço ao dele e, usando todo o seu charme veela, afastou-o da mesa de comida direto para a de bebidas. -Bom, não vou enrolar você, tenho uma proposta, mas, claro, tudo dependerá de sua resposta, me procure depois, fora daqui, tenho certeza de que irá se interessar pela minha proposta, mas, enquanto isso, se divirta. – deixou em suas mãos um cartão e afastou-se dele, indo para a mesa de bebidas.
O cartão era preto e simples, para Drew ele veria a caveira dos comensais da morte, entrelaçada pela cobra que se mostraria sinuosa e provocativa ao Slytherin. Para qualquer outro, porém, era apenas um cartão com o nome de Charlotte descrito nele, ótima ideia, claro, afinal, fora ela quem havia feito o cartão.
Apanhou três copos de ponche – um dos drinks famosos separou para Keela – e carregou-os a sua frente com um aceno de varinha deixando cada copo flutuar magicamente por ali. Finalmente chegou até onde Kolman estava.
-Eu trouxe as bebidas! – sorriu simpática, entregando a de Keela, Kolman e por ultimo apanhando a sua própria. -Desculpe Senhorita Flannaáin, mas este drink meu e de Kolman acabou, eu peguei outro para você, não sei se gosta de morangos, mas foi um dos mais fracos de álcool que encontrei. – voltou-se então para Kolman e sorriu -Acredito que o nosso tenha um pouco mais de álcool, eu juro, não sei quem foi quem batizou as bebidas. – suspirou, porque, claramente, a culpada pelo batizado, fora ela mesma.



Arwen
Voltar ao Topo Ir em baixo
Cassidy Howk Vendramini

Slytherin
avatarSlytherin


Zodíaco Bruxo : Sereiano
Coração : Não definido
Relacionamento : Solteiro (a)
Idade : 14
Mensagens : 21

Ficha Escolar
Ano Escolar: 2º Ano
Casa: Slytherin
Nível: ★☆☆☆☆

MensagemAssunto: Re: Astronomy Party   Seg 1 Maio 2017 - 17:56


Galassie
Look at you kids, you know you're the coolest
The world is yours and you can't refuse it
Seen so much, you could get the blues
But that don't mean that you should abuse it
Cassidy abriu seus olhos galácticos - plenamente perdida, o atordoamento se instaurando em casa músculo de seu corpo esguio - e encarou aqueles lábios que antes beijara. Primeiro, a cor. Os lábios possuíam cor de cerejeira no inicio da primavera no Tibete, com a límpida cor florescendo a todo vapor, a tinta da natureza ainda vívida e eficaz aos olhos. Nada tênue, nada desbotado. Apenas urdindo cor, carnudos como uma fruta madura... Gosto de pêssego? Sim, pêssego. Cassidy saboreou o sabor de pêssego e o cheiro inconfundível de um jovial brilho labial. A garota era, de fato, uma garota. 
- Non so dove si trovava con la testa... - Resmungou para si mesma, chateada. Não era de seu feitio sair agarrando bocas alheias. Assim que a menina abriu a boca, Cassidy suspirou, as sobrancelhas unindo-se. Ela estava bem mais apreciável com aqueles lábios cerrados, sem emitir nenhuma bobagem. - Senhorita, acredite, se estivesse em minha perfeita sanidade, nunca que iria lhe encarar... Muito menos lhe beijar! Mas veja só... - Um tom perfeitamente educado, apesar da expressão carrancuda no rosto. Afinal, tudo estava saindo de uma forma não planejada. Cassidy odiava o não planejamento das coisas. - Igualmente... Ah, I francesi... - Porque aquela menina não era vista pelos corredores sagrados de Hogwarts, muito menos sobreviveria daquele jeito na escola Russa ou teria aptidão para viver entre as matas no Brasil. Portanto, sobrava-lhe a escola dos engomadinhos.
Reforçou mentalmente que não aproximaria-se daquelas bebidas infernais até o fim da festa, seguindo para algum local distante do desastre da noite, que estava junta a mais um par de pernas. As duas pareciam discutir - Provavelmente, a namorada enciumada - e a outra parecia procurar, faminta, pelo rosto de quem ousara encostar os lábios no de sua propriedade. Isto fez quase Cassidy sorrir, como se estivesse cometendo algum crime grave e fosse uma bandida fugitiva. Matteo iria gargalhar tanto que cairia no chão para rolar de rir. 
Uma nova música tocava, chamando os adolescentes para a pista de dança. Cassidy, apesar de um tanto perdida, gostava de músicas... Faziam-na ficar livre. Precisava deixar o estresse esvair de seu cérebro, portanto, dançou como um belo e solitário planeta no lugar, pouco importando-se com os acontecimentos recentes, movendo seu coração nos pés delicados.    
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mélanie Grondahl

Aluno Beauxbatons
avatarAluno Beauxbatons


Zodíaco Bruxo : Centauro
Coração : Indeciso (a)
Relacionamento : Ficando
Idade : 14
Mensagens : 44

Ficha Escolar
Ano Escolar: 2º Ano
Casa: Cerveaux
Nível: ★☆☆☆☆

MensagemAssunto: Re: Astronomy Party   Seg 8 Maio 2017 - 9:38


Melanie Elaine
A reação de Crystal foi mais ou menos a esperada mas pelo menos a garota não tentou estrangular ninguém presente na festa, o que tranquilizou o coração de Mélanie que lançou um olhar mal-humorado naquela selvagem trevosa que a beijou. Segurou a mão da namorada acariciando levemente a pele dela.
-Deixa para lá vamos esquecer o assunto.-Sorriu verdadeiramente feliz porque não houve confusão coisa que aliás a Grondahl sempre detestou. As suas colegas de classe não gostavam muito dela por ser demasiado rígida, algo que de uma maneira ou de outra Crystal Dragrunov mudou um pouquinho.- Vamos dançar sim.
Puxou a namorada gentilmente até à pista de dança especialmente para que ficasse longe da gótica morta-viva, olhou ao redor por alguns instantes mas tudo parecia mais ou menos normal, com execepção claro dos alunos que devido às bebidas estavam se comportando de maneira estranha.
-Estou com sede mas não vou beber nadinha.-Comentou segurando a cintura de Crys.- Posso acabar a noite casada com um elfo doméstico. Não ria, por favor é sério.  Que tal a gente ir para um canto mais...privado?
Sugeriu olhando a namorada de forma sedutora, uns beijos não fariam mal ou fariam?



Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: Astronomy Party   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Astronomy Party

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

 Tópicos similares

-
» Como colocar um NPC na party?
» Script de Coordenadas e tirar button Party
» Birthday Party - Moulin Rouge
» [Pedido] Teleporte com informação para Party
» {ONE POST} BAD PARTY?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hogs :: Astronomy Party-